Quais são as diferenças entre a gripe e a constipação?

Gripe | Constipação | Tosse com muco

Quer pense que tem uma constipação ou uma gripe, uma coisa é certa: ter o nariz entupido ou corrimento, ou — por surpreendente que possa parecer — os dois ao mesmo tempo, é no mínimo incómodo. Acrescente-lhe febre, tosse e aquela sensação terrível de garganta irritada e terá uma mistura perfeita de desconforto.

Quando se sente especialmente mal, pode acreditar que tem uma gripe, pois alguns dos sintomas são muito semelhantes. Porém, muitas vezes trata-se apenas de uma constipação1. Então, como podemos saber a diferença entre os sintomas da constipação e da gripe? Leia mais para descobrir.

Quais são os sintomas da gripe?

A gripe é causada pelos vírus da influenza1. Quando as pequenas gotículas do vírus entram no corpo, o sistema imunitário é ativado e começa a produzir anticorpos para combater o intruso viral1. Mas para isso é preciso tempo1. Enquanto o seu corpo combate o vírus, é possível sentir os seguintes sintomas1,2,3:

  • Febre de 38°C–40°C ou superior
  • Arrepios
  • Dor muscular
  • Dor nas articulações
  • Dor de cabeça
  • Cansaço extremo ou fadiga
  • Uma sensação geral de mal-estar
  • Tosse
  • Nariz entupido e/ou corrimento
  • Perda de apetite
  • Vómito ou diarreia (raramente e geralmente em crianças)

É recomendável consultar o seu médico sobre os sintomas da gripe ou se suspeitar que possa ter gripe1. A febre muito alta, principalmente em crianças, pode ser motivo de preocupação e justifica a procura de atenção médica4.

Sintomas da gripe vs. sintomas da constipação. Conhece as diferenças?

Existem quatro diferenças principais entre uma constipação e uma gripe.

  • O nome dá-nos uma pista: a “constipação comum” ocorre com muito mais frequência do que a gripe1.
  • As constipações e as gripes evoluem de maneira diferente: as constipações tendem a começar gradualmente, enquanto a gripe pode surgir repentinamente e com intensidade1.
  • A gripe tende a afetar todo o corpo, enquanto a constipação comum tende a afetar apenas as vias respiratórias1.
  • A gripe é causada pelos vírus da influenza1. As constipações comuns são causadas por muitos vírus diferentes5.

Encontrar as diferenças entre os sintomas da constipação e da gripe pode ser difícil, por vezes, já que as constipações e as gripes partilham alguns sintomas comuns1.

A tabela abaixo mostra as semelhanças e as diferenças entre os sintomas da constipação e da gripe5. Mostra também a frequência com que estes sintomas ocorrem em cada situação.

Sintomas

Constipação 

Gripe 

Febre 

Raramente 

Quase sempre 

Cansaço ou fadiga 

Às vezes 

Quase sempre 

Tosse 

Frequentemente 

Quase sempre 

Espirros 

Quase sempre 

Nunca 

Dor nas articulações 

Quase sempre 

Quase sempre 

Nariz entupido ou corrimento 

Quase sempre 

Quase sempre 

Dor de garganta 

Quase sempre 

Às vezes 

Diarreia 

Nunca 

Às vezes nas crianças 

Dor de cabeça 

Às vezes 

Quase sempre 

Perda de olfato ou paladar 

Raramente 

Raramente 

 

Fonte: Common colds: Overview - InformedHealth.org - NCBI Bookshelf, disponível
aqui5.

Qual é o tratamento para a gripe?

Existem tratamentos para a gripe que têm como alvo o vírus da influenza, denominados antivirais6,7. No entanto, a maioria das pessoas não precisa deles, já que a gripe desaparece sozinha na maior parte dos casos6.

Existem alguns medicamentos naturais e caseiros que têm sido usados historicamente para aliviar os sintomas da gripe; no entanto, não há evidências científicas sólidas que comprovem que estes medicamentos fazem a gripe desaparecer mais rapidamente1. Estes incluem:

  • Beber chá ou outras bebidas quentes para acalmar a garganta1
  • Comer canja de galinha para aliviar a congestão na garganta e no nariz1
  • Tomar mel para acalmar a tosse5
  • Beber muitos líquidos para evitar a desidratação1
Enquanto estiver doente, é importante ficar em casa para evitar transmitir o vírus a outras pessoas7. Se precisar de sair de casa para uma consulta médica, lave as mãos frequentemente para evitar espalhar o vírus e deite fora os lenços usados1. Também pode descobrir formas de parar um ataque de tosse em público.

Quando consultar um médico

Pessoas saudáveis, sem outras condições crónicas e com casos leves de gripe geralmente não precisam de tratamento, além do necessário para o alívio dos sintomas6.

No entanto, se estiver alguma preocupação com os seus sintomas ou se tiver maior risco de complicações decorrentes da gripe, marque uma consulta com o seu médico1,7. As complicações podem acontecer a qualquer pessoa, mas as pessoas com maior risco de complicações devido à gripe são2:

  • Crianças pequenas
  • Adultos com mais de 65 anos
  • Grávidas
  • Pessoas com problemas de saúde crónicos

Por último, alguns sintomas da gripe podem coincidir com sintomas da COVID-19. Leia as perguntas frequentes abaixo para descobrir a diferença entre gripe e COVID.

PERGUNTAS FREQUENTES

  • A maioria das pessoas recupera dos sintomas da gripe em menos de 7 dias1,3. No entanto, outros sintomas, como tosse e cansaço extremo, podem durar até 2 semanas1,2,3. A recuperação total da gripe pode levar mais de 2 semanas em idosos ou pessoas com doenças como doença pulmonar crónica3

    Embora a maioria das pessoas se recupere rapidamente da gripe, algumas podem desenvolver complicações2,3. Estas complicações podem variar de moderadas a graves e podem incluir:

    • Infeções sinusais e de ouvido
    • Desidratação
    • Pneumonia

    Muito raramente, e em casos muito graves, a gripe pode tornar-se fatal6. Crianças muito pequenas e adultos mais velhos correm maior risco de complicações6. Outras complicações raras e graves podem incluir: 

    • Inflamação cardíaca
    • Inflamação cerebral
    • Inflamação muscular
    • Falência renal
    • Paragem respiratória
    • Sépsis

    As pessoas com outros problemas de saúde devem estar cientes de que a gripe pode piorar o seu estado2. Por exemplo, se tem asma, doença cardíaca ou diabetes, a gripe pode piorar a sua situação2.

  • A tabela abaixo mostra a diferença entre os sintomas de COVID-19 e gripe5,8.

    Sintomas

    Gripe 

    COVID-19 

    Febre 

    Quase sempre 

    Quase sempre 

    Cansaço ou fadiga 

    Quase sempre 

    Às vezes ** 

    Tosse* 

    Quase sempre 

    Quase sempre 

    Espirros 

    Nunca 

    Às vezes ** 

    Dor nas articulações 

    Quase sempre 

    Às vezes 

    Nariz entupido ou corrimento 

    Quase sempre 

    Às vezes ** 

    Dor de garganta 

    Às vezes 

    Às vezes ** 

    Diarreia 

    Às vezes em crianças

    Raramente 

    Dor de cabeça 

    Quase sempre

    Às vezes ** 

    Perda de olfato ou paladar 

    Raramente

    Às vezes 

    Falta de ar 

    Nunca

    Às vezes 

     

    * A tosse na COVID-19 é uma tosse seca, semelhante à da gripe.1

    ** Estes sintomas são comuns em infeções pela variante Ómicron8. No entanto, a COVID-19 não é diagnosticada com base nos sintomas, por isso a única forma de saber com certeza se a tem é fazendo o teste do vírus5.

  • Alguns estudos estimam que, em adultos saudáveis, a vacina contra a gripe tem uma eficácia de 60%10.

    Embora a vacina contra a gripe não seja 100% eficaz, reduz a intensidade dos sintomas e o tempo de doença6. Além disso, previne a hospitalização em6:

    • Pessoas com doença pulmonar
    • Pessoas com diabetes
    • Pessoas com outras doenças crónicas
    • Adultos com mais de 65 anos
    • Crianças

    A vacina contra a gripe pode causar alguns efeitos colaterais, que podem ser semelhantes aos sintomas da gripe9. Estes sintomas são10:

    • Febre
    • Dor muscular 
    • Dor articular
    • Cansaço
    • Dor de cabeça
    • Dor, vermelhidão ou inchaço no local da injeção
  • Sim, é possível que o stress cause alguns sintomas como os da gripe. No entanto, os mecanismos pelos quais isso acontece não são totalmente claros11,12. Alguns dos sintomas semelhantes aos da gripe que o stress pode causar são: 

    • Febre11
    • Dor de cabeça11
    • Sintomas respiratórios, como falta de ar11
    • Outros sintomas semelhantes aos da constipação12

    Algumas pesquisas revelam que as pessoas que passam por eventos de vida extremamente stressantes são mais vulneráveis a desenvolver uma constipação quando são expostas a um vírus12. O sistema imunitário existe para proteger-nos, mas o stress pode causar uma resposta inflamatória que impede o seu sistema imunitário de fazer o seu trabalho adequadamente12.

    Para algumas pessoas, a febre induzida pelo stress pode chegar a 41°C11

  • Sim, existem muitos casos de pessoas com gripe que não desenvolvem febre3. Geralmente são pessoas idosas ou com um sistema imunitário enfraquecido3.

  • A febre é definida como uma temperatura corporal de 38°C ou superior13. A febre alta é 39,5°C ou superior, e a febre muito alta é qualquer coisa acima de 41°C13.

    Uma febre alta pode ser motivo de preocupação e uma febre muito alta pode ser até perigosa4.

    Fale com o seu médico se tiver preocupações com a sua febre, e especialmente com a febre do seu filho4. Se o seu filho tiver febre, mesmo que leve, mas tiver 6 meses ou menos, você deve consultar um profissional médico4.

    Também deve procurar atendimento médico se4:

    • Tiver febre superior a 40°C 
    • Continuar com febre após 3 dias, apesar de usar tratamentos caseiros 
    • Tiver arrepios e tremer incontrolavelmente 
    • A sua saúde estiver a piorar em vez de melhorar 
    • Tiver uma forte dor de cabeça 
    • Tiver quaisquer outros sintomas incomuns, como aumento da frequência cardíaca, alucinações, vómitos, etc.

ÚLTIMO

CONSELHO

Se tem qualquer preocupação relacionada com a sua gripe ou a de um familiar, é melhor consultar um médico sobre os sintomas1. Uma febre muito alta pode ser motivo de preocupação, principalmente em crianças, por isso é recomendado o atendimento médico4.


    [1] InformedHealth.org [Internet]. Cologne, Germany: Institute for Quality and Efficiency in Health Care (IQWiG); 2006-. Flu: Overview. 18 de dezembro de 2013 [Atualizado em novembro de 2019]. Disponível em: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/books/NBK279459/

    [2] Centers for Disease Control and Prevention (CDC), Flu Symptoms & Complications, visitado em 29/09/2022, disponível em https://www.cdc.gov/flu/symptoms/symptoms.htm

     [3] Centers for Disease Control and Prevention (CDC), Clinical Signs and Symptoms of Influenza, visitado em 29/09/2022, disponível em https://www.cdc.gov/flu/professionals/acip/clinical.htm

     [4] Better Health Channel, Fever, visitado em 29/09/2022, disponível em https://www.betterhealth.vic.gov.au/health/conditionsandtreatments/fever

     [5] InformedHealth.org [Internet]. Cologne, Germany: Institute for Quality and Efficiency in Health Care (IQWiG); 2006-. Common colds: Overview. [Atualizado em outubro de 2020]. Disponível em: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/books/NBK279543/

    [6] Boktor SW, Hafner JW. Influenza. [Atualizado em julho de 2022]. In: StatPearls [Internet]. Treasure Island (FL): StatPearls Publishing; Janeiro de 2022. Disponível em: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/books/NBK459363/

    [7] CDC, Flu: What To Do If You Get Sick, visitado em 29/09/2022, disponível em https://www.cdc.gov/flu/treatment/takingcare.htm

    [8] What are the symptoms of Omicron?, ZOE Editorial Staff, ZOE app, visitado em 24/10/2022, disponível em https://joinzoe.com/learn/omicron-symptoms

    [9] National Institute of Diabetes and Digestive and Kidney Diseases (NIDDK), Symptoms & Causes of Viral Gastroenteritis (“Stomach Flu”), visitado em 07/10/2022, disponível em https://www.niddk.nih.gov/health-information/digestive-diseases/viral-gastroenteritis/symptoms-causes

     [10] Informed Health, How much protection do flu vaccinations offer?, visitado em 29/09/2022, disponível em https://www.informedhealth.org/how-much-protection-do-flu-vaccinations-offer.html

    [11] Oka T. Psychogenic fever: how psychological stress affects body temperature in the clinical population. Temperature (Austin). 3 de junho de 2015;2(3):368-78. doi: 10.1080/23328940.2015.1056907. PMID: 27227051; PMCID: PMC4843908.  

     [12] Cohen S, Janicki-Deverts D, Doyle WJ, Miller GE, Frank E, Rabin BS, Turner RB. Chronic stress, glucocorticoid receptor resistance, inflammation, and disease risk. Proc Natl Acad Sci U S A. 2012 Apr 17;109(16):5995-9. doi: 10.1073/pnas.1118355109. Epub 2012 Apr 2. PMID: 22474371; PMCID: PMC3341031.  

     [13] InformedHealth.org [Internet]. Cologne, Germany: Institute for Quality and Efficiency in Health Care (IQWiG); 2006-. How is body temperature regulated and what is fever? 30 de julho de 2009 [Atualizado em novembro de 2016]. Disponível em: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/books/NBK279457/

     


Sanofi - Página Principal

Bisolvon® (cloridrato de bromexina), adjuvante mucolítico do tratamento antibacteriano das infecções respiratórias em presença de hipersecreção brônquica. Precauções/contraindicações: gravidez, aleitamento, hipersensibilidade à composição, úlcera gastroduodenal, doença hepática e insuficiência renal, asma, lesões cutâneas, intolerância à frutose (xarope), intolerância à galactose (comprimidos). Não associar com um antitússico nem com um secante de secreções. Pode haver um aumento no fluxo das secreções. Os comprimidos contêm lactose. O xarope está isento de açúcar, sendo por isso adequado para diabéticos. O xarope Criança só deve ser administrado a crianças com menos de 2 anos de idade com supervisão médica. Leia atentamente o folheto informativo. Em caso de dúvida ou persistência dos sintomas consulte o seu médico ou farmacêutico. (3.0)

Bisoltussin® Tosse Seca e Bisoltussin® (Dextrometorfano). Tratamento sintomático de tosse irritativa e seca. Precauções/contra-indicações: gravidez, aleitamento, doenças respiratórias, hipersensibilidade à composição, adolescentes e jovens adultos, doentes com antecedentes de abuso de drogas ou de substâncias psicoativas, doentes a tomar anti-depressivos inibidores da monoaminoxidase, doentes asmáticos; doentes com problemas hereditários raros de intolerância à frutose; doentes com problemas hereditários raros de intolerância à frutose não devem tomar este medicamento dado que contém maltitol líquido; crianças com idade inferior a 2 anos, a menos que recomendado pelo médico uma vez que Bisoltussin® contém ciclodextrina; crianças com menos de 5 anos que já estão a administrar um substrato para a álcool desidrogenase ou doentes com função renal ou hepática comprometida, uma vez que Bisoltussin® Tosse Seca contém propilenoglicol. Em doses superiores às recomendadas pode causar adição. Leia atentamente os folhetos informativos. Em caso de dúvida ou persistência dos sintomas consulte o seu médico ou farmacêutico. (5.0)

Bisolnatural® 2 em 1 e Bisolnatural® 2 em 1 Sem Açúcar são dispositivos médicos para a tosse (tosse seca e tosse produtiva). Bisolnatural® 2 em 1 é indicado para adultos e crianças + 1 ano de idade. Bisolnatural® 2 em 1 Sem Açúcar é indicado para adultos e crianças + 2 anos de idade, contém glicerol (pode causar dor de cabeça ou desconforto digestivo leve) e em caso de supervisão médica, gravidez ou amamentação deverá ser consultado o médico antes da sua toma.

Não utilizar em caso de hipersensibilidade ou alergia individual a um ou mais componentes. Ler cuidadosamente a rotulagem e as instruções de utilização. Em caso de dúvida ou persistência dos sintomas consulte o seu médico ou farmacêutico. (1.0) MAT-PT-2300994 v1.0 Novembro 2023