Tosse em criancas e bebés: o que fazer para tratar rapidamente?

Crianças | Tosse seca | Tosse com muco

A tosse em crianças pode ser preocupante para os pais e incómoda para a criança. Ver os filhos a tossir pode causar muita ansiedade. No entanto, temos boas notícias: fique a saber que, na maioria das vezes, a causa da tosse não é grave.

Continue a ler para saber mais sobre as causas mais comuns de tosse em crianças a partir de 2 anos, conhecer alguns dos melhores tratamentos para a tosse infantil e descobrir quando deve levar uma criança com tosse ao médico.

Quais são as causas da tosse em crianças?

A tosse em crianças pode ser aguda, subaguda ou crónica. Nos adultos, uma tosse aguda é uma tosse que dura menos de 3 semanas; uma tosse subaguda dura de 3 a 8 semanas; e uma tosse crónica é uma tosse que dura mais de 8 semanas11. Nas crianças, a tosse é considerada crónica se durar mais de 4 semanas11.

A causa mais comum de tosse aguda em crianças é uma infeção do trato respiratório superior devido a um vírus (como uma constipação ou gripe)10. Outras causas incluem1,2:

  • infeção respiratória por vírus ou bactéria
  • asma
  • crupe
  • pneumonia
  • inalação de um objeto estranho, como um brinquedo ou comida (trata-se de uma emergência médica)

As causas comuns de tosse crónica em crianças com menos de 5 anos incluem1:

  • infeção
  • refluxo gastroesofágico
  • doença congénita (desde o nascimento)
  • asma
  • bronquite bacteriana prolongada ou uma infeção bacteriana persistente
  • tabagismo passivo e poluição ambiental
  • inalação de um objeto estranho

As causas comuns de tosse crónica em crianças com mais de 5 anos incluem1:

  • asma
  • infeção
  • rinorreia posterior
  • bronquite bacteriana prolongada ou uma infeção bacteriana persistente
  • tabagismo passivo
  • bronquiectasia, uma condição na qual um ou mais brônquios estão dilatados
  • tosse psicogénica

Qual é o tratamento mais eficaz para a tosse em crianças?

O melhor tratamento para a tosse das crianças depende da causa subjacente1. Na maioria das vezes, os casos de tosse aguda em crianças são causados por uma infeção do trato respiratório superior, que pode ser tratada em casa com os seguintes medicamentos ou tratamentos10,5:

No caso de constipações e infeções virais, as crianças tossem porque o muco desce pela garganta, causando irritação2. Portanto, limpar o muco também pode ajudar a aliviar a tosse. Para reduzir o muco, sugerimos:

  • usar um humidificador ou um vaporizador de névoa fria5
  • fazer com que o seu filho respire vapores quentes da água do chuveiro ou banheira5
  • um expetorante para a tosse, como Bisolvon® Criança.

Xaropes para a tosse para crianças

Bisolvon® Criança contém bromexina, um composto ativo que elimina comprovadamente o muco das vias respiratórias6. Este xarope é adequado para crianças com mais de 2 anos.

Por último, também pode experimentar Bisolnatural® 2 em 1 Sem Açúcar, um xarope para a tosse que tira partido do poder dos ingredientes naturais para aliviar a tosse em crianças e adultos.

Leia mais sobre: Tosse com muco: causas, sintomas e tratamentos.

    Embora possa ser perturbador ouvir o seu filho a tossir, a tosse não é motivo de preocupação, geralmente. Na verdade, estudos estimam que uma criança saudável tosse cerca de 11 vezes por dia. No entanto, durante os meses mais frios, podem tossir com mais frequência devido a infeções do trato respiratório superior, comuns nesta época do ano1,11

    A maioria das causas de tosse aguda em crianças desaparecem em alguns dias ou semanas. Por exemplo, se a causa for uma constipação, os sintomas podem desaparecer em 5–7 dias ou em 2 semanas, em crianças pequenas2. A Academia Americana de Alergia, Asma e Imunologia (AAAI) observa que não é incomum que as crianças continuem a tossir durante 2–3 semanas após uma infeção viral3. Durante esse período, se o seu filho beber, comer e respirar normalmente, sem silvos no peito que acompanhem a tosse, o mais provável é que a causa não seja grave2.

    No entanto, se a tosse do seu filho durar mais de 2 a 3 semanas, é recomendável consultar um médico2,3. Ainda assim, é importante lembrar que a tosse tende a desaparecer sozinha após várias semanas1,11.

    Também deve consultar um médico se:

    • acha que o seu filho tem um objeto preso nas vias respiratórias4
    • além da tosse, o seu filho tem febre alta, calafrios ou sente muito calor2
    • a tosse persiste por muito tempo, principalmente à noite ou após atividade física2

    No caso da tosse infantil, as opções de tratamento que podem aliviar os sintomas rapidamente incluem:

PERGUNTAS FREQUENTES

  • A maioria das causas de tosse aguda em crianças desaparece após alguns dias ou em 2 ou 3 semanas. Se a tosse durar mais de 2 ou 3 semanas, consulte um médico2,3. Uma tosse que dura mais de 4 semanas é considerada crónica10. No entanto, a tosse crónica em crianças também pode desaparecer sem qualquer intervenção1.

  • A tosse tende a piorar durante a noite porque o muco no nariz e nas vias respiratórias superiores das crianças desce pela garganta4. Isto irrita a garganta e as vias respiratórias, provocando a tosse. O xarope para a tosse Bisolvon® Criança é indicado para adultos e crianças a partir dos 2 anos

  • A tosse da COVID em crianças é geralmente seca, às vezes com um chiado no peito8. No entanto, pesquisas recentes publicadas pela Academia Americana de Pediatria indicam que a Ómicron, a variante atualmente predominante do vírus, pode causar crupe em crianças9. A crupe causa uma tosse seca súbita e forte, dificuldade para respirar e um som alto e áspero ao inalar, chamada “estridor”9. A variante Ómicron também pode causar tosse com muco.

  • A tosse em crianças pode ser com muco ou seca1. A tosse seca em crianças está geralmente associada a uma infeção viral11.

    A tosse em crianças também pode ser classificada com base no seu som. De acordo com a Associação de Pneumologia Pediátrica Saudita (SPPA), os sons da tosse podem ser os seguintes:

    • com staccato, como no caso da pneumonia
    • seco, no caso de crupe
    • rouco, como no caso da tosse psicogénica
    • espasmódico/convulso, como no caso da tosse convulsa

ÚLTIMO

CONSELHO

Marque uma consulta com o pediatra do seu filho caso desenvolva tosse crónica. O tratamento dependerá da causa subjacente e do diagnóstico.


    [1] Alsubaie H, Al-Shamrani A, Alharbi AS, Alhaider S. Clinical practice guidelines: Approach to cough in children: The official statement endorsed by the Saudi Pediatric Pulmonology Association (SPPA). Int J Pediatr Adolesc Med. 2015 Mar;2(1):38-43. doi: 10.1016/j.ijpam.2015.03.001. Epub 20 de março de 2015. PMID: 30805435; PMCID: PMC6372369.

    [2] Colds, coughs and ear infections in children - NHS, [online] visitado em 09/11/2022, disponível em https://www.nhs.uk/conditions/baby/health/colds-coughs-and-ear-infections-in-children/

    [3] Cough in Children | AAAAI, [online] visitado em 10/11/2022, disponível em https://www.aaaai.org/tools-for-the-public/conditions-library/allergies/cough-in-children

    [4] Coughing - Johns Hopkins All Children's Hospital, [online] visitado em 10/11/2022, disponível em https://www.hopkinsallchildrens.org/Patients-Families/Health-Library/HealthDocNew/Coughing

    [5] Common Cold | Antibiotic Use | CDC, [online] visitado em 04/10/2022, disponível em https://www.cdc.gov/antibiotic-use/colds.html

    [6] Kardos P, Dinh QT, Fuchs KH, Gillissen A, Klimek L, Koehler M, Sitter H, Worth H. German Respiratory Society guidelines for diagnosis and treatment of adults suffering from acute, subacute and chronic cough. Respir Med. Agosto e setembro de 2020;170:105939. doi: 10.1016/j.rmed.2020.105939. Epub 25 de abril de 2020. PMID: 32843157.

    [7] Bisolvon & Mucosolvan Claims Catalogue, Sanofi, julho de 2022, CL-GLB-2200007 (documento interno)

    [8] de Souza TH, Nadal JA, Nogueira RJN, Pereira RM, Brandão MB. Clinical manifestations of children with COVID-19: A systematic review. Pediatr Pulmonol. Agosto de 2020;55(8):1892-1899. doi: 10.1002/ppul.24885. Epub 15 de junho de 2020. PMID: 32492251; PMCID: PMC7300659.

    [9] Brewster, R.C., Parsons, C., Laird-Gion, J., Hilker, S., Irwin, M., Sommerschield, A., Michaelis, K.A., Lam, M., Parsons, A. and Mansbach, J.M., 2022. COVID-19–Associated Croup in Children. Pediatrics, 149(6).

    [10] Singh DP, Jamil RT, Mahajan K. Nocturnal Cough. [Atualizado em 25 de janeiro de 2022]. Em: StatPearls [online]. Treasure Island (FL): StatPearls Publishing; Janeiro de 2022. Disponível em: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/books/NBK532273/

    [11] ERS guidelines on the diagnosis and treatment of chronic cough in adults and children. Morice, H. et al. 2020. European Respiratory Journal 55: 1901136; DOI: 10.1183/13993003.01136-2019


Sanofi - Página Principal

Bisolvon® (cloridrato de bromexina), adjuvante mucolítico do tratamento antibacteriano das infecções respiratórias em presença de hipersecreção brônquica. Precauções/contraindicações: gravidez, aleitamento, hipersensibilidade à composição, úlcera gastroduodenal, doença hepática e insuficiência renal, asma, lesões cutâneas, intolerância à frutose (xarope), intolerância à galactose (comprimidos). Não associar com um antitússico nem com um secante de secreções. Pode haver um aumento no fluxo das secreções. Os comprimidos contêm lactose. O xarope está isento de açúcar, sendo por isso adequado para diabéticos. O xarope Criança só deve ser administrado a crianças com menos de 2 anos de idade com supervisão médica. Leia atentamente o folheto informativo. Em caso de dúvida ou persistência dos sintomas consulte o seu médico ou farmacêutico. (3.0)

Bisoltussin® Tosse Seca e Bisoltussin® (Dextrometorfano). Tratamento sintomático de tosse irritativa e seca. Precauções/contra-indicações: gravidez, aleitamento, doenças respiratórias, hipersensibilidade à composição, adolescentes e jovens adultos, doentes com antecedentes de abuso de drogas ou de substâncias psicoativas, doentes a tomar anti-depressivos inibidores da monoaminoxidase, doentes asmáticos; doentes com problemas hereditários raros de intolerância à frutose; doentes com problemas hereditários raros de intolerância à frutose não devem tomar este medicamento dado que contém maltitol líquido; crianças com idade inferior a 2 anos, a menos que recomendado pelo médico uma vez que Bisoltussin® contém ciclodextrina; crianças com menos de 5 anos que já estão a administrar um substrato para a álcool desidrogenase ou doentes com função renal ou hepática comprometida, uma vez que Bisoltussin® Tosse Seca contém propilenoglicol. Em doses superiores às recomendadas pode causar adição. Leia atentamente os folhetos informativos. Em caso de dúvida ou persistência dos sintomas consulte o seu médico ou farmacêutico. (5.0)

Bisolnatural® 2 em 1 e Bisolnatural® 2 em 1 Sem Açúcar são dispositivos médicos para a tosse (tosse seca e tosse produtiva). Bisolnatural® 2 em 1 é indicado para adultos e crianças + 1 ano de idade. Bisolnatural® 2 em 1 Sem Açúcar é indicado para adultos e crianças + 2 anos de idade, contém glicerol (pode causar dor de cabeça ou desconforto digestivo leve) e em caso de supervisão médica, gravidez ou amamentação deverá ser consultado o médico antes da sua toma.

Não utilizar em caso de hipersensibilidade ou alergia individual a um ou mais componentes. Ler cuidadosamente a rotulagem e as instruções de utilização. Em caso de dúvida ou persistência dos sintomas consulte o seu médico ou farmacêutico. (1.0) MAT-PT-2300994 v1.0 Novembro 2023