Quanto tempo duram os sintomas da constipação e a tosse? As 4 fases de uma constipação

Constipação | Tosse com muco | Tosse seca

Ter uma constipação comum não é de forma alguma divertido, como todos sabemos. Na realidade, por vezes é difícil perceber como é que algo aparentemente tão inofensivo pode ser tão insuportavelmente desconfortável e irritante.

Quando estamos constipados e deitados na cama, com ranho a sair do nariz como se alguém se tivesse esquecido de fechar a torneira, com a caixa de lenços de papel por perto, podemos perguntar-nos: “será que alguma vez isto vai acabar?”; “Quanto tempo dura uma constipação?” E, ainda mais importante, “haverá alguma coisa que eu possa fazer para encurtar o meu sofrimento e acabar com esta doença o mais rapidamente possível?”.

Leia o artigo para descobrir.

Quanto tempo dura uma constipação comum?

De um modo geral, uma constipação dura entre 7 e 10 dias1, sendo que os sintomas mais graves costumam desaparecer após 7 dias, na maioria dos casos2. Embora alguns sintomas, como a dor de garganta, possam desaparecer mais rapidamente, há outros que podem persistir, como a tosse2, que pode demorar até 3 semanas para desaparecer completamente2.

Embora a maioria dos indivíduos ultrapasse uma constipação comum numa semana, esta pode evoluir para algo mais grave em certos casos. Como exemplo, ter as seguintes doenças pode colocar alguém em risco de desenvolver bronquite ou pneumonia1:

  • asma
  • doença pulmonar obstrutiva crónica (DPOC)
  • sistema imunitário enfraquecido

Quais são as quatro fases de uma constipação comum? Sintomas e tratamento

Podemos dividir uma constipação em 4 fases3:

  • Período de incubação
  • Sintomas
  • Remissão
  • Recuperação

Fase 1: Período de incubação

O período de incubação do vírus da constipação é, geralmente, de 24 a 72 horas3. Durante este período, o indivíduo não apresentará quaisquer sintomas, mas pode já ser passível de contagiar outros indivíduos. Por isso, se estiver em lugares públicos a fazer a sua rotina habitual, pode transmitir o vírus a outras pessoas durante 1 a 3 dias antes de sentir os sintomas3.

Fase 2: Apresentação de sintomas

Durante esta fase de uma constipação, poderá sentir os seguintes sintomas2:

  • dor de garganta
  • corrimento nasal ou nariz entupido
  • espirros
  • tosse
  • fadiga
  • dores de cabeça

Ocasionalmente, pode também apresentar:

  • dores musculares e articulares
  • febre
É provável que experiencie o pior estádio destes sintomas entre o 4º e o 7º dia3.

Como tratar os sintomas da constipação comum?

Infelizmente, ainda não existe cura para a constipação comum, pelo que terá de esperar simplesmente que ela passe1. Não obstante, os remédios caseiros e os medicamentos sem receita médica podem ajudar a aliviar os sintomas, fazendo com que se sinta melhor enquanto “espera que a tempestade passe”.

Algumas das soluções que pode experimentar são:

  • Pastilhas com mentol ou outros rebuçados duros, que podem ajudar a aliviar a dor de garganta4.
  • Utilizar um humidificador ou vaporizador de ar, que poderá ajudar no alívio do muco no nariz e na garganta5.
  • Gargarejos com água morna e sal podem ajudar a aliviar a dor de garganta e o muco4.
  • Chá quente com mel ou sopa quente podem ajudar a aliviar a dor de garganta5.
  • Gelados ou pedaços de gelo triturados podem ajudar a anestesiar a dor de garganta5.

Para mais soluções, leia os nossos artigos Dor de garganta e tosse: descubra as causas e tratamento e Como reconhecer e tratar os sintomas da constipação e da gripe

Medicamentos sem receita médica para a constipação comum

Estes medicamentos de venda livre podem ajudar a reduzir alguns sintomas como: dores de cabeça, corrimento nasal, dores musculares ou febre2,4.

Os sprays nasais descongestionantes podem ajudar a aliviar o nariz entupido2,4; e os medicamentos para a tosse, como os antitússicos ou expetorantes, podem aliviar os sintomas da tosse6.

Os antitússicos contêm compostos que param ou suprimem o reflexo da tosse6. Um desses ingredientes ativos é o dextrometorfano (Bisoltussin® Tosse Seca), que comprovadamente alivia a tosse seca e áspera que surge frequentemente com a constipação comum6.

Os expetorantes podem diluir o muco nos brônquios, limpá-los e aliviar a tosse6, como por exemplo a bromexina (Bisolvon®).

Existem também alguns produtos à base de plantas que podem aliviar a tosse6. Estes incluem ingredientes como a tanchagem e o tomilho (Bisolnatural® 2 em 1), hortelã-pimenta, eucalipto ou raiz de prímula6.

Fases 3 e 4: Remissão e Recuperação 

Durante a fase de remissão, os seus sintomas começarão a diminuir gradualmente de intensidade3. Na generalidade, são necessários de 3 a 10 dias para que os sintomas desapareçam completamente e para que a recuperação comece3. Durante o período de recuperação, poderá voltar às suas atividades normais, mesmo que alguns sintomas, como a tosse ligeira, possam persistir3. Pode continuar a utilizar remédios caseiros e de venda livre (sem receita médica), para aliviar os sintomas durante este período3.

    Não existe cura para a constipação comum1 e também não existem medicamentos que possam fazer desaparecer o vírus da constipação2. Não obstante, existem remédios caseiros e medicamentos sem receita médica que podem tornar os sintomas mais ligeiros, menos incómodos e que ajudam a gerir o conforto durante o tempo que leva a superar uma constipação2.

    Uma pessoa pode contagiar a partir do momento em que contrai o vírus, mesmo que não apresente quaisquer sintomas3,7 e continua a ser contagiosa enquanto apresenta sintomas.

PERGUNTAS FREQUENTES

  • Os sintomas de uma infeção com a variante Ómicron da COVID-19 podem ser semelhantes aos de uma constipação comum. Os 5 principais sintomas da infeção por Ómicron são: corrimento nasal, dor de cabeça, fadiga, espirros e dores de garganta8.

  • Na fase de remissão da constipação, notará que os seus sintomas estão a diminuir e a tornar-se mais ligeiros/leves3.

  • Não existem provas científicas que sugiram que a toma regular de vitamina C ajude na prevenção de uma constipação9,10. No entanto, se tiver o hábito de tomar suplementos de vitamina C regularmente antes de se constipar, poderá encurtar o tempo em que fica doente9,10.

    É necessária mais investigação para ter a certeza; não havendo provas de que a toma de vitamina C depois de ficar doente ajude na sua resolução10.

  • As constipações comuns são causadas por vírus2, sendo os tipos mais comuns os chamados rinovírus1,3.

  • Normalmente, uma constipação dura entre 7 e 10 dias em adultos1.

  • As crianças pequenas geralmente recuperam de uma constipação em 5-7 dias; mas uma constipação persistente pode durar até 2 semanas11. Os bebés devem ser examinados por um médico para garantir que não existe uma causa subjacente (que possa ser grave) para os seus sintomas.

ÚLTIMO

CONSELHO

Quando os sintomas estão na sua pior fase, as pessoas são mais contagiosas7, deixando de o ser quando todos os sintomas desaparecem7. Se os seus sintomas se agravarem ou persistirem mais tempo do que o habitual, contacte o seu médico.

DESCUBRA A GAMA COMPLETA

Leia sobre


    [1] CDC, Common Colds, Protect Yourself and Others, visitado em 08/12/2022, disponível em https://www.cdc.gov/features/rhinoviruses/

    [2] InformedHealth.org [Internet]. Cologne, Germany: Institute for Quality and Efficiency in Health Care (IQWiG); 2006-. Common colds: Overview. [Atualizado em outubro de 2020]. Disponível em: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/books/NBK279543/

    [3] Zina Semenovskaya, MD, How Long Does a Cold Last? Duration and Stages, K Health, visitado em 08/12/2022, disponível em https://3.com/learn/cold-and-flu/how-long-a-cold-lasts/  

    [4] NHS inform, Common cold - Illnesses & conditions, visitado em 08/12/2022, disponível em https://www.nhsinform.scot/illnesses-and-conditions/infections-and-poisoning/common-cold 

    [5] NIH News in Health, National Institutes of Health, Department of Health and Human Services, March 2013, visitado em 06/12/2022, disponível em https://newsinhealth.nih.gov/2013/03/soothing-sore-throat

    [6] Kardos P, Dinh QT, Fuchs KH, Gillissen A, Klimek L, Koehler M, Sitter H, Worth H. German Respiratory Society guidelines for diagnosis and treatment of adults suffering from acute, subacute and chronic cough. Respir Med. Agosto e setembro de 2020;170:105939. doi: 10.1016/j.rmed.2020.105939. Epub 25 de abril de 2020. PMID: 32843157.  

    [7] NHS, How long is someone contagious after a viral infection?, visitado em 08/12/2022, disponível em https://www.nhs.uk/common-health-questions/infections/how-long-is-someone-infectious-after-a-viral-infection 

    [8] ZOE app, “What are the symptoms of Omicron?,” visitado em 08/12/2022, disponível em https://joinzoe.com/learn/omicron-symptoms

    [9] InformedHealth.org [Internet]. Cologne, Germany: Institute for Quality and Efficiency in Health Care (IQWiG); 2006-. Common colds: Does vitamin C keep you healthy? [Atualizado em outubro de 2020]. Disponível em: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/books/NBK279544/

    [10] Hemilä H, Chalker E. Vitamin C for preventing and treating the common cold. Cochrane Database Syst Rev. 31 de janeiro de 2013;2013(1):CD000980. doi: 10.1002/14651858.CD000980.pub4. PMID: 23440782; PMCID: PMC8078152.  

    [11] NHS, Colds, coughs and ear infections in children, visitado em 08/12/2022, disponível em https://www.nhs.uk/conditions/baby/health/colds-coughs-and-ear-infections-in-children/


Sanofi - Página Principal

Bisolvon® (cloridrato de bromexina), adjuvante mucolítico do tratamento antibacteriano das infecções respiratórias em presença de hipersecreção brônquica. Precauções/contraindicações: gravidez, aleitamento, hipersensibilidade à composição, úlcera gastroduodenal, doença hepática e insuficiência renal, asma, lesões cutâneas, intolerância à frutose (xarope), intolerância à galactose (comprimidos). Não associar com um antitússico nem com um secante de secreções. Pode haver um aumento no fluxo das secreções. Os comprimidos contêm lactose. O xarope está isento de açúcar, sendo por isso adequado para diabéticos. O xarope Criança só deve ser administrado a crianças com menos de 2 anos de idade com supervisão médica. Leia atentamente o folheto informativo. Em caso de dúvida ou persistência dos sintomas consulte o seu médico ou farmacêutico. (3.0)

Bisoltussin® Tosse Seca e Bisoltussin® (Dextrometorfano). Tratamento sintomático de tosse irritativa e seca. Precauções/contra-indicações: gravidez, aleitamento, doenças respiratórias, hipersensibilidade à composição, adolescentes e jovens adultos, doentes com antecedentes de abuso de drogas ou de substâncias psicoativas, doentes a tomar anti-depressivos inibidores da monoaminoxidase, doentes asmáticos; doentes com problemas hereditários raros de intolerância à frutose; doentes com problemas hereditários raros de intolerância à frutose não devem tomar este medicamento dado que contém maltitol líquido; crianças com idade inferior a 2 anos, a menos que recomendado pelo médico uma vez que Bisoltussin® contém ciclodextrina; crianças com menos de 5 anos que já estão a administrar um substrato para a álcool desidrogenase ou doentes com função renal ou hepática comprometida, uma vez que Bisoltussin® Tosse Seca contém propilenoglicol. Em doses superiores às recomendadas pode causar adição. Leia atentamente os folhetos informativos. Em caso de dúvida ou persistência dos sintomas consulte o seu médico ou farmacêutico. (5.0)

Bisolnatural® 2 em 1 e Bisolnatural® 2 em 1 Sem Açúcar são dispositivos médicos para a tosse (tosse seca e tosse produtiva). Bisolnatural® 2 em 1 é indicado para adultos e crianças + 1 ano de idade. Bisolnatural® 2 em 1 Sem Açúcar é indicado para adultos e crianças + 2 anos de idade, contém glicerol (pode causar dor de cabeça ou desconforto digestivo leve) e em caso de supervisão médica, gravidez ou amamentação deverá ser consultado o médico antes da sua toma.

Não utilizar em caso de hipersensibilidade ou alergia individual a um ou mais componentes. Ler cuidadosamente a rotulagem e as instruções de utilização. Em caso de dúvida ou persistência dos sintomas consulte o seu médico ou farmacêutico. (1.0) MAT-PT-2300994 v1.0 Novembro 2023